terça-feira, 3 de março de 2015

PENSAMENTO - MEDO DE PERDER


Um rapaz estava namorando uma jovem, mas no fundo, essa jovem só estava interessada em seu dinheiro. Muito rico, o rapaz adorava a menina. Apesar de trata-la como uma princesa, ela o esnobava e só aceitava sua companhia na medida em que ela podia usufruir de seu patrimônio e sua riqueza.

O tempo passou, e todos a volta do rapaz, parentes e amigos, o alertavam sobre essa situação. A mãe dizia:
- Filho, largue essa moça. Ela só está interessada em seu dinheiro.
- Mas eu gosto dela mãe, e não quero perdê-la.

Seus amigos diziam a mesma coisa:
- Meu caro, essa garota não gosta de você de verdade, ela só gosta de dinheiro.
- Mas eu gosto dela, e não quero perde-la, reafirmava sempre o rapaz.

Sua irmã mais velha, vendo aquela situação, também entrou no coro alertando:
- Você está deixando de aproveitar uma parte importante de sua vida por causa dessa menina. Acorda irmão!
- Mas eu gosto dela. E não quero perde-la. Insistiu o rapaz, repetindo a mesma frase.

Num outro dia, o rapaz estava andando na rua, pensando seriamente sobre seu relacionamento, e sempre lhe vinha o mesmo pensamento, o de que “não queria perde-la”.

Passando por um homem maltrapilho na rua que distribuía panfletos, o homem aproximou-se e entregou ao rapaz uma folha de papel com alguns dizeres. O homem, um religioso que convidava as pessoas para o seu templo, costumava entregar as pessoas folhetos com ensinamentos de vida, lições e provérbios.

O rapaz pegou o folheto, leu, e sentiu-se tonto, quase desmaiou. O homem o interpelou perguntando se ele estava bem. O rapaz ficou alguns minutos parado, pensando, com olhar distante, e disse ao homem.
- Muito obrigado. O senhor abriu a minha mente.
- Isso acontece algumas vezes. Disse o homem, com um sorriso no rosto e com a alegria de quem havia entendido que cumprira sua missão do dia.

No dia seguinte, o rapaz marcou um encontro com a jovem. Logo que os dois se encontraram, a jovem disse:
- Então, hoje eu estava a fim de ir ao shopping comprar uns vestidos novos, sapatos e outras coisinhas. Depois pensei em passearmos com seu carro pela cidade, e irmos para um hotel de luxo. O que acha?

O rapaz olhou profundamente nos olhos da jovem e disse:
- Tenho uma ideia melhor. Hoje decidi que não viverei pelo medo de perder, mas pelas infinitas possibilidades que a vida a todo momento nos oferece. Não há motivo para eu continuar nessa prisão. Estamos terminando aqui nosso namoro. Tome, isso é para você (O rapaz entregou o folheto a jovem).

A jovem ficou chocada com a atitude do rapaz. Nunca o havia visto tão confiante. Depois que o rapaz foi embora, sem olhar para trás, a jovem abriu o folheto e viu escrito:
“Não se pode perder algo que nunca nos pertenceu.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...