quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

NOTÍCIA - ESTUDO MOSTRA QUE OCEANOS RECEBEM 8 MILHÕES DE TONELADAS DE PLÁSTICO POR ANO


Um estudo mostra que os oceanos recebem, em média, 8 milhões de toneladas de plástico por ano, e seus autores pedem que a comunidade internacional adote medidas para melhorar a coleta e o tratamento de resíduos plásticos.

Jenna Jambeck, professora de engenharia ambiental da Universidade da Geórgia, liderou o estudo, que analisou dados de resíduos sólidos recolhidos em 192 países em 2010.

Oito milhões de toneladas equivalem a cinco bolsas de compras cheias de sacos plásticos a cada 30 centímetros no litoral dos 192 países analisados.

Os resultados, publicados na revista 'Science', indicam que, dos 275 milhões de toneladas de resíduos plásticos gerados em 2010, entre 4,8 e 12,7 milhões chegaram aos oceanos no mesmo ano, a maioria produzida por um grupo de 20 países - a China lidera este grupo, que inclui os Estados Unidos.

A equipe de pesquisadores, formada por engenheiros, biólogos, oceanógrafos e ecologistas, destaca que, embora outros estudos já tivessem identificado a presença de resíduos plásticos nos oceanos, até agora não se tinha conhecimento sobre a quantidade que entra anualmente.

Jenna discursou durante a reunião anual da Associação Americana para o Avanço das Ciências (AAAS), realizada em San José, na Califórnia, e afirmou que não se trata de uma 'lista acusatória', mas sim de uma possibilidade de analisar os motivos que levam os países a estar nessa lista.

De acordo com as projeções do estudo, a quantidade de resíduos plásticos que chega aos mares aumenta a cada ano, por isso, estima-se que em 2015 os oceanos receberão cerca de 9,1 milhões de toneladas de plástico.

A equipe advertiu que, caso providências não sejam tomadas, como a melhora da gestão de resíduos e a ampliação dos sistemas de reciclagem de plástico, esta quantidade poderá ter um impacto acumulativo de até 155 milhões de toneladas em 2025.

Devemos reduzir a produção de resíduos e aumentar a quantidade de lixo recolhido e administrado corretamente.

Para chegar a estes dados, foi criado um modelo de prognóstico no qual, além de quantificar o desperdício, outros fatores são analisados, assim como a densidade demográfica ou a situação econômica de cada país, com dados do Banco Mundial. 
(Fonte: MSN)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...