domingo, 7 de dezembro de 2014

CHURRASCO - DICAS PARA O CHURRASCO DE FIM DE ANO


Nada melhor do que começar o novo ano reunindo amigos e família. Na cidade ou na praia, um churrasco é sempre uma boa pedida – e pode até agradar quem não come carne, desde que se capriche nos acompanhamentos. Antes de escolher o cardápio é preciso analisar a turma que será convidada. Isso porque os hábitos dos convidados vão determinar a quantia de comida e bebida que serão compradas.

A boa medida: Para não errar na quantidade é possível fazer uma conta com 350 gramas de carne por pessoa. Se a carne tiver osso, vale aumentar para até 470 gramas por pessoa. Carnes e temperos variam de acordo com o gosto de cada um. Apesar da grande variedade de cortes, tem um que realmente agrada quase todos os paladares; a picanha.

Segredo está no tipo de carne e no momento certo de servir: São poucas as pessoas que chegam no horário marcado para o churrasco. Por isso, aposte nos aperitivos e espere para colocar as carnes para assar quando todos já estiverem no local. Para começar, asinha de frango (drumet), linguiça, pão de alho, são uma boa pedida. Como principais, invista tanto nas carnes de grelha – como picanha, mignon, filé argentino e alcatra – quanto nas carnes de espeto, como pernil ou paleta de cordeiro.

Tempero: Para quem não quer arriscar, use o sal grosso. A vantagem do sal grosso é não errar. Você só tempera instantes antes de colocar a carne no fogo. Quem quiser um gostinho diferente pode usar um molho para incrementar, como os de alho ou chimichurri. Coloque depois de pronto, para não alterar a característica da carne e ressecá-la. Poucos cortes de carne ficam bons com temperos mais elaborados preparados antes de assar. Um exemplo é a fraldinha com mostarda, que é um corte de região bem vascularizada que absorve o tempero sem perder a característica.

O ponto: A hora certa de tirar a carne do fogo depende do ponto de preferência. Mal ou bem passado, há alguns truques para saber como está a carne antes de tirá-la da churrasqueira. As carnes de grelha levam em média dez minutos para ficarem prontas e mal passadas. O dobro do tempo garante uma carne bem passada. Para saber a hora de virar a carne, preste atenção: quando o sangue estiver na superfície, é hora de virar.

Uma dica: Unindo os dedos de uma mão e usando o indicador para pressionar o adultor, aquela parte gordinha embaixo do polegar, é possível sentir como deve estar a textura da carne para cada nível de cozimento. Unindo o polegar e o indicador, você terá o ponto mal passado. Troque pelo dedo do meio e assim a carne estará ao ponto. Se você juntar o polegar com o dedo anelar, terá o ponto bem passado.
(Fonte: Gazeta do povo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...