domingo, 5 de outubro de 2014

HISTÓRIA DA VIDA – PAIXÃO NO CONSULTÓRIO


Uma história baseada em fatos reais. Os nomes e lugares são fictícios para preservar os envolvidos.

Rebeca era uma mulher recém separada e estava no auge da idade. Trabalhava num grande centro médico como recepcionista.

Arthur era médico na área de ginecologia. Recém casado, saiu de sua cidade e veio estudar num grande centro urbano. Conseguiu uma residência no mesmo centro médico em que Rebeca trabalhava.

O médico chefe do setor em que Rebeca trabalhava, recebeu Arthur para o seu primeiro dia de residência. Ele foi apresentado a toda equipe, inclusive a Rebeca. Logo Arthur e Rebeca se tornaram amigos. Passaram a conversar muito sobre diversos assuntos.

Arthur começou a olhar Rebeca de uma maneira diferente e ela como não era boba, percebeu instantaneamente. Arthur após os atendimentos do dia, passava na recepção onde Rebeca trabalhava e ficava sentado ao seu lado, conversando até que ela terminasse o seu horário de trabalho.

Um dia após Rebeca terminar o seu expediente, Arthur se despediu com um beijo na boca. Ela ficou vermelha e ao mesmo tempo excitada por sua audácia.

Os beijos foram ficando constantes. Rebeca e Arthur se falavam sempre pelo telefone e sempre que podiam se encontravam pelos corredores do centro médico.

Eles foram ficando mais audaciosos e sem vergonha e sempre que terminava o expediente ficavam se agarrando. Até que um dia Arthur levou Rebeca até uma das salas de atendimento. Os dois começaram a se agarrar e o desejo logo tomou conta de ambos. Rebeca e Arthur estavam muito excitados e não conseguiram se controlar. Se entregaram um ao outro, ali mesmo, dentro de uma pequena sala sobre uma mesa.

Após o acontecimento, Arthur e Rebeca sempre que podiam, transavam dentro de alguma sala. Nada era poupado. Mesa, cadeira giratória, cadeira ginecológica, maca. Tudo era usado por eles. Não tinham medo de serem pegos. Pelo contrário, o fato de estarem fazendo algo escondido e serem descobertos o excitavam mais.

Arthur convidou Rebeca para irem a um motel perto do centro médico na hora do almoço. Prontamente ela aceitou. Chegando ao local escolhido, começaram as carícias, os beijos, os abraços mas para o espanto de Rebeca, a excitação de Arthur não acontecia. Rebeca achou que era um fato isolado e disse que estava tudo bem. No fundo Rebeca estava preocupada.

Os encontros no centro médico continuaram e da mesma forma. Arthur convidou novamente Rebeca para ir ao motel e para sua surpresa a excitação de Arthur não aconteceu. Ela então começou a achar que o problema era dela. Não conseguia entender o porquê de Arthur ficar somente excitado no local de trabalho. Mesmo assim Rebeca o queria e havia se apaixonado por ele. Eles resolveram continuar suas aventuras apenas no centro médico.

Passados alguns meses, Arthur disse a Rebeca que sua residência estava terminando e que voltaria para sua cidade e para a sua esposa. Ela ficou desesperada com essa possibilidade e disse a Arthur que estava apaixonada por ele. Arthur também disse a ela que estava apaixonado mas que não podia ficar. Sua família e sua esposa o aguardavam e ele não queria romper os laços. As família tinham posses e eram muito influentes. Rebeca ficou arrasada e chorou muito. Arthur foi embora e nunca mais ela teve nenhum tipo de notícia ao seu respeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...