sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

ENTREVISTA - DANIEL MANZIONI

Pense num Rei de bateria de Escola de Samba. Fácil né... Pois Rei só tem um e ele se chama Daniel Manzioni. Paulista, com 39 anos bem vividos e com um currículo extenso... Daniel conversou com a gente através de mensagens e e-mail. Super simpático e com um ótimo alto astral que você confere agora em nosso blog.



Papo entre Mulheres: Quem é Daniel Manzioni?

Daniel Manzioni: Sou tranquilo, extrovertido, aventureiro, perfeccionista, sincero, um pouco vaidoso, amante da dança e das artes em geral, amo a vida e as pessoas que dela a faz mais positiva.

Papo entre Mulheres: Você se formou em medicina veterinária. Chegou a exercer a profissão?

Daniel Manzioni: Sim, exerci a profissão durante 3 anos.

Papo entre Mulheres: Atualmente você é proprietário da academia In Motion e dá aulas de ginástica e dança.  Por que optou pela educação física?

Daniel Manzioni: É uma longa história...  Mas era um adolescente obeso e tímido e tive aos 15 anos uma depressão com síndrome do pânico e isso me levou a atividade física e a dança onde me apaixonei e iniciei minha carreira aos 16 anos e estou até hoje.

Papo entre Mulheres: Dançarino, coreógrafo, sambista, professor de educação física e rei da bateria. Onde você arruma tempo para todas essas atividades e para a sua vida pessoal?

Daniel Manzioni: Rsrsrs...tenho que me virar nos 30 para fazer com responsabilidade e dedicação a todas as atividades, mas quando se faz com amor tudo fica mais leve e prazeroso, não faço nada que não gosto e também não admito rotina em minha vida.

Papo entre Mulheres: Você participou de diversas campanhas publicitárias. Como chegou até a mídia?

Daniel Manzioni: Então... Minha carreira de modelo iniciei aos 17 anos, com isso participei de alguns concursos, desfiles e comerciais através das agências que eu era do casting, mas foi com a dança que eu me destaquei, dançando para cantoras e na tv.




Papo entre Mulheres: Quando e como descobriu a paixão pelo Carnaval?

Daniel Manzioni: Acho que desde que nasci rsrsrs...mas não vem de família pois não são do carnaval. Sambo desde meus 6, 7 anos e sempre fiquei acordado e encantado assistindo aos desfiles das escolas, quando com 19 anos desfilei pela primeira vez pelo camisa verde e branco.

Papo entre Mulheres: O posto destaque da bateria é ocupado por mulheres. Como surgiu a ideia de colocar um Rei e na bateria?

Daniel Manzioni: Fui convidado em 2005 pelo presidente de uma escola que pertencia a UESP, ligada a USP após verem minha performance no desfile da acadêmicos do Tucuruvi.

Papo entre Mulheres: Você foi o primeiro rei da bateria da história do carnaval brasileiro. Como conquistou este posto?

Daniel Manzioni: Porque em 2005/ 2006 a mídia cobriu meu título e em 2007 o Guinness Brasil após meu desfile como rei da acadêmicos do Tatuapé, me reconheceu como o primeiro rei da bateria "coroado" do carnaval brasileiro.

Papo entre Mulheres: Houve algum preconceito pelo fato de ser Rei da Bateria?

Daniel Manzioni: No início, quando se é pioneiro num posto que antes era somente de mulheres, sempre ficam em duvida como srria meu trabalho, tem as perguntas indiscretas ou torcer de nariz, mas hoje sou muito respeitado no meio do samba, pois estou para as mulheres e tenho minha rainha que esta para os homens...não tiro posto de ninguém só acrescento.


Papo entre Mulheres: Como é a sua rotina para estar sempre em forma e se preparar para o carnaval?

Daniel Manzioni: Como sou educador físico tento ficar em forma o ano todo, mesmo às vezes saindo da dieta que ninguém é de ferro rsrsrs... Mas uns 5 meses antes intensifico a parte aeróbica e uma dieta balanceada para definir mais o corpo.

Papo entre Mulheres: Você é cobiçado pelas mulheres por sua beleza e simpatia.Você sofre muito assédio?

Daniel Manzioni: Olha, eu não me acho bonito... Mas quem tem que me achar bonito são vocês rsrsrs... Assédio eu tenho sim bastante mas faz bem para o ego.


Papo entre Mulheres: A Acadêmicos de Tatuapé perdeu pontos por estourar em 1 minuto o tempo do desfile. O presidente da Liga afirmou que não quer prejudicar a nenhuma escola e sim aplicar o regulamento. Você concorda com essa punição e o que poderia ter sido feito para concluir o desfile no tempo previsto?

Daniel Manzioni: Problemas nos desfiles todas as escolas tem, mas esse ano a Tatuapé fez um desfile impecável, emocionante e memorável para o carnaval paulistano, mas sempre existem as punições e notas que não merecemos mas faz parte do carnaval. Não concordo com a punição mas, poderíamos ter acelerado um pouco a saída, mas acontece rs.

Papo entre Mulheres: Você teve um problema na avenida com a sua fantasia. O que houve?

Daniel Manzioni: Sim, infelizmente a solda da alça da asa que eu carregava como costeiro estourou de um lado e tive que tira-la na concentração, minha fantasia esse ano representava o rei silfo, ser Elemental que protege os duendes, fadas e todas as riquezas da natureza. E a asa tinha um efeito que abria e fechava.


Papo entre Mulheres: Como você avalia os desfiles das escolas de samba de 2015?

Daniel Manzioni: Todas as agremiações estavam muito competitivas e luxuosas como pudemos ver na apuração, que a diferença da primeira para a ultima foi por décimos.

Papo entre Mulheres: Com o fim do carnaval, quais são as suas metas para 2015?

Daniel Manzioni: Fui convidado a fazer um personagem num longa metragem, fazer um curso para minha carreira na TV e continuar na minha Tatuapé como rei, e também proposta para desfilar no rio que ainda não fechei.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...