sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

GASTRONOMIA - TIPOS DE PANELAS


Panelas são um dos equipamentos essenciais de toda cozinha. E, assim como existem combinações de temperos que dão certo e outras nem tanto, existem panelas que são mais apropriadas para alguns tipos de receitas e outras nem tanto - como pode provar quem já tentou tirar caramelo de dentro de uma panela de alumínio, por exemplo, ou tentou fazer um cozido numa panela que demorava para esquentar.

Veja alguns dos principais tipos de panela disponíveis no mercado - e com quais pratos e receitas elas vão melhor. Depois, é só fazer sua lista de desejos para equipar a casa! 

Antiaderente - Populares, elas são revestidas com uma camada de teflon, o que impede que os alimentos grudem no fundo da panela. Também não demandam muito óleo ou manteiga para fritar alimentos. É preciso cuidado na hora de lavar, para não acabar riscando o teflon.


Alumínio - Vai fritar bolinhos por imersão? Preparar doces? Fazer arroz? A panela de alumínio é boa para isso, já que não propaga calor muito rápido - o que permite controlar a temperatura e evitar que a comida queime. No entanto, não use para receitas muito salgadas ou ácidas (como molhos de tomate): os ingredientes fazem com que o alumínio se desprenda.


Inox - De fundo grosso, distribuem o calor de maneira uniforme e bem rápido: boa pedida para preparar cozidos, massas e refogados. São as preferidas dos chefs por sua durabilidade e por não oxidarem. No entanto, não são boas para frituras e demandam cuidados para que a comida - ou as mãos - não se queimem com a manipulação.


Ferro - Seja no formato tradicional ou esmaltado, são indicadas para pratos de cozimento longo, já que retém bem o calor. Para que não enferrujem, é preciso seca-las muito bem após o uso. Há quem recomende untar o produto para conservar melhor a superfície.


Barro - Indispensáveis para preparar moquecas capixabas, elas também podem ser usadas para fazer molhos, feijões e sopas. O problema, além do grande peso e fragilidade, é que ela demora para esquentar e são difíceis para limpar. Precisam ser curadas com óleo vegetal antes do primeiro uso.
(Fonte: Uol)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...